Blog

 
492 Flares Facebook 491 Google+ 1 Twitter 0 492 Flares ×

O Brasil possui uma das faunas de lagartos mais ricas do mundo (~250 spp.) (Bérnils & Costa, 2012). Esta alta riqueza resulta não apenas da grande extensão territorial do país, mas também da pluralidade de ecossistemas e dos eventos históricos de mudanças climáticas e geográficas na América do Sul (Rocha, 1994). Apesar dessa elevada biodiversidade, algumas espécies são mais popularmente conhecidas do que outras. E é exatamente sobre cada uma delas que, a partir deste mês, irei falar mais detalhadamente aqui no herpeto.org.

Nesta postagem, apresento-lhes os lagartos mais popularmente conhecidos no Brasil, os famosos Tropidurus (Figura 1). De fato, há uma grande probabilidade de que o caro leitor tenha visto, pelo menos uma vez na vida, algum membro deste grupo de lagartos, que são comumente chamados no Brasil de “calangos”.

Figura 1. Aspecto geral de um calango da fauna brasileira (Tropidurus montanus).

 A família Tropiduridae constitui um dos taxa de lagartos neotropicais com o maior número de espécies descritas (Torres-Carvajal, 2004). No Brasil, ocorrem 39 espécies de tropidurídeos, 18 das quais pertencem ao gênero Tropidurus. O gênero compreende espécies amplamente distribuídas na América do Sul, ocorrendo abundantemente tanto em paisagens naturais como em ambientes antrópicos (Carvalho, 2013). Atualmente, o gênero é subdividido em quatro grupos de espécies: T. bogerti, T. semitaeniatus, T. spinulosus e T. torquatus (Frost et al., 2001). Destes, o grupo T. bogerti não ocorre no Brasil e o grupo T. spinulosus é representado no país por apenas uma espécie (T. guarani). Por isso, focaremos aqui nos demais grupos, que apresentam espécies de maior representatividade no Brasil.

Os Tropidurus do grupo semitaeniatus constituem quatro espécies endêmicas do nordeste do Brasil: T. helenae, T. jaguaribanus, T. pinima e T. semitaeniatus (Carvalho et al., 2013). Estas espécies são principalmente caracterizadas pelo intenso achatamento corpóreo dorso-ventral (Figura 2), atributo intimamente relacionado aos seus hábitos saxícolas (Vitt, 1981).

Figura 2. Indivíduos de Tropidurus gr. semitaeniatus, exibindo o marcado achatamento corpóreo dorso-ventral (T. semitaeniatus à esquerda e T. jaguaribanus à direita).

 O grupo T. torquatus constitui o grupo com o maior número de espécies e exibe extensa diversidade morfológica e ecológica, variando desde o pequeno arenícola T. hygomi ao grande generalista T. hispidus (Rodrigues, 1987). Devido à elevada abundância local, a ecologia e história natural de algumas espécies (Figura 3) do grupo são relativamente bem conhecidas (e.g. T. hispidus – Vitt et al., 1996; Kolodiuk et al., 2010 e T. torquatus – Fialho et al., 2000; Kiefer et al., 2007).

Figura 3. Espécimes de Tropidurus gr. torquatus (T. torquatus à esquerda e T. hispidus à direita).

Por todo o exposto, era de se esperar que os calangos mais populares do país fossem, atualmente, mais do que bem estudados. No entanto, infelizmente, não é isso que ocorre. Recentemente, duas novas espécies foram descritas: T. jaguaribanus (Passos et al., 2011) e T. imbituba (Kunz & Borges-Martins, 2013), demonstrando que ainda há muito a descobrir sobre a fauna de lagartos brasileiros.

Portanto, para os fascinados por lagartos como eu, simbora calangar !!!

  • +Referências Bibliográficas

    Bérnils, R. S. & Costa, H. C. (org.). 2012. Répteis brasileiros: Lista de espécies. Versão 2012.2. Disponível em http://www.sbherpetologia.org.br/. Sociedade Brasileira de Herpetologia.

    Carvalho, A. L. G. 2013. On the distribution and conservation of the South American lizard genus Tropidurus Wied-Neuwied, 1825 (Squamata: Tropiduridae). Zootaxa, 3640: 042-056.

    Carvalho, A. L. G., Britto, M. R. & Fernandes, D. S. 2013. Biogeography of the lizard genus Tropidurus Wied-Neuwied, 1825 (Squamata: Tropiduridae): distribution, endemism, and area relationships in South America. PLoS ONE, 8: e59736.

    Fialho, R. F., Rocha, C. F. D. & Vrcibradick, D. 2000. Feeding ecology of Tropidurus torquatus: ontogenetic shift in plant consumption and seasonal trends in diet. Journal of Herpetology, 34:325-330.

    Frost, D.R.; Rodrigues, M.T.; Grant, T. & Titus, T.A. 2001. Phylogenetics of the lizard genus Tropidurus (Squamata:Tropiduridae: Tropidurinae): direct optimization, descriptive efficiency, and sensitivity analysis of congruence between molecular data and morphology. Molecular Phylogenetics and Evolution, 21:352-371.

    Kiefer, M. C., Van Sluys, M. & Rocha, C. F. D. 2007. Thermoregulatory behaviour in Tropidurus torquatus (Squamata, Tropiduridae) from Brazilian coastal populations: an estimate of passive and active thermoregulation in lizards. Acta Zoologica, 88: 81-87.

    Kolodiuk, M. F., Ribeiro, L. B. & Freire, E. M. X. 2010. Diet and foraging behavior of two species of Tropidurus (Squamata, Tropiduridae) in the caatinga of northeastern Brazil. South American Journal of Herpetology, 5:35-44.

    Kunz, T. S. & Borges-Martins, M. 2013. A new microendemic species of Tropidurus (Squamata: Tropiduridae) from southern Brazil and revalidation of Tropidurus catalanensis Gudynas & Skuk, 1983. Zootaxa, 3681: 413-439.

    Passos, D.C., Lima, D.C. & Borges-Nojosa, D.M. 2011. A new species of Tropidurus (Squamata, Tropiduridae) of the semitaeniatus group from a semiarid area in Northeastern Brazil. Zootaxa, 2930: 60-68.

    Rocha, C. F. D. 1994. Introdução à ecologia de lagartos brasileiros. In: Nascimento, L. B.; Bernardes, A. T.; Cotta, G. A. Herpetologia no Brasil, 1. Belo Horizonte: Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Fundação Biodiversitas; Fundação Ezequiel Dias. p. 39-57.

    Rodrigues, M.T. (1987) Sistemática, ecologia e zoogeografia dos Tropidurus do grupo torquatus ao Sul do rio Amazonas (Sauria, Iguanidae). Arquivos de Zoologia, 31, 105–230.

    Torres-Carvajal, O. 2004. The abdominal skeleton of tropidurid lizards (Squamata: Tropiduridae).  Herpetologica, 60:75-83.

    Vitt, L.J. 1981. Lizard reproduction: Habitat specificity and constraints on relative clutch mass. American Naturalist 117: 506-514.

    Vitt, L. J., Zani, P. A. & Caldwell, J. P. 1996. Behavioral ecology of Tropidurus hispisdus on isolated rock outcrops in Amazonia. Journal of Tropical Ecology, 12:81-101.

  •  

492 Flares Facebook 491 Google+ 1 Twitter 0 492 Flares ×

Daniel Passos

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e mestre e doutorando em Ecologia e Evolução pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Comentários

O que achou da postagem?