Blog

Nessa postagem, vamos dar continuidade a série: Sítios e fazendas, seus sapos cobras e lagartos. Essa sequência de postagens tem como objetivo explicar de maneira simples quais são os animais da herpetofauna que costumam viver em regiões rurais.

Hoje vou falar um pouco sobre uma das cobras mais bonitas de todo o Brasil. Os herpetólogos a conhecem como Spilotes pullatus, mas na roça é chamada de Caninana, Papa Pinto e até mesmo de Cobra Tigre. Esse último nome deve ter sua origem devido as cores e também ao seu comportamento, que é quase sempre ‘muito braba’.

caninana pedro pitFotografia: Pedro Bernado-Pit

Sempre que se sente ameaçada, a Caninana infla o pescoço, as vezes abre a boca e fica dando bote no vento. Ela faz isso na tentativa de intimidar, parecer maior e mais perigosa do que realmente é. Apesar de toda sua valentia, que faz muita gente correr, a Papa pinto não tem nenhum tipo de veneno ou peçonha. Sua mordida é dolorosa e como qualquer outro tipo de ferida, pode gerar uma infecção.

caninana Rebeca AlvesFotografia: Rebeca Alves

Se alimenta principalmente de ovos, pequenas aves, roedores e lagartos. Não é muito raro essa serpente entrar nos galinheiros e comer um ou dois ovos de galinhas, mas nada que dê qualquer tipo de prejuízo. Pelo contrário, serpentes controlam a população de roedores. E esses sim, costumam causar um estrago maior.

Caninana Luana NazarenoFotografia: Luana Nazareno

Caso você encontre uma cobra dessas no caminho, é só dar espaço, que ela vai seguir seu trajeto. Pode ate demorar alguns minutinhos, mas pode ter certeza, ela não vai vir para cima, nem atacar você. Quando a Caninana percebe que pode voltar a seguir seu caminho em segurança, ela vai embora sem atacar ninguém.
E definitivamente não, ela não vai fazer nenhuma emboscada para pegar você mais tarde.

Qualquer dúvida deixe aqui nos comentários…

Rodrigo Tinoco

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, o biólogo mineiro dedica-se a aplicação de tecnologias digitais e ao estudo dos répteis e anfíbios brasileiros.

Comentários

One Comentário

  1. Conscientizar

    Parabéns pela iniciativa, infelizmente são animais incompreendidos e cercados de muitos mitos, porém animais incríveis e que não apresentam risco a ninguém, pelo contrário ajudam nossa fauna.

    Responder

O que achou da postagem?