Scinax eurydice

Nome Científico: Scinax eurydice (Bokermann, 1968)
Nome popular:
Perereca
Classe:  Amphibia | Ordem: Anura | Família: Hylidae
Nomenclatura antiga:

  • +Espécies similares / Grupo

    Não há conhecimento sobre espécies similares

  •  

Descrição da espécie:

É uma perereca de porte mediano (35 a 50 mm de CRC) que possui coloração dorsal bege, com manchas irregulares castanhas. Possui duas faixas dorsais que se estendem da região posterior de cada olho até o meio do dorso. Uma característica distintiva para esse gênero é que uma articulação em seu primeiro artelho permite que este se dobre para trás. Possui porte mediano a grande (40 a 60 mm de CRC) e coloração dorsal castanho-escura ou castanho-acinzentada, com duas manchas interoculares pouco distintas e padrão variável de linhas escuras e manchas. A superfície interna de suas coxas e sua cintura têm colorido amarelo-vivo e negro

Hábitos e Habitats:

É uma espécie comum, que se adaptou muito bem a ambientes antropizados e é comumente encontrada em banheiros, ralos e instalações hidráulicas, o que lhe dá o nome popular de perereca-do-banheiro.

Reprodução:

Em breve

Vocalização:

 Indisponível | Enviada por: Autor

Devido ao seu canto, que lembra um ruído de raspagem, é também conhecida como raspa-cuia.

Informações sobre os girinos:

Em breve

Mapa de Registro:

Em breve

Galeria de Imagens / Variação da espécie:

Em breve

  • +Referências Bibliográficas

    João Filipe Riva Tonini, Israel Souza Mendonça, Alyson Borges Coutinho and João Luiz Gasparini. Anurans from Costa Bela, state of Espírito Santo, southeastern Brazil: inventory at an urban area and the re-discovery of Allobates in the state. Disponível em: http://goo.gl/o834c 

    Ribeiro, R. S.; Egito, G. T. B. T.; Haddad, C. F. B.  Chave de identificação: anfíbios anuros da vertente de Jundiaí da Serra do Japi, Estado de São Paulo– Biota Neotropica, v5 (n2)

  •